Pulp Fiction

O filme segue,entre outras histórias secundárias, as "peripécias" de dois assassinos baratos(John Travolta e Samuel L. Jackson), o jantar de um deles com a mulher do seu patrão(Uma Thurman) e de um boxeur em fuga(Bruce Willis), após ter quebrado uma promessa.

Quentin Tarantino é um fantástico realizador mas principalmente um genial argumentista.
E aqui, neste "Pulp Fiction", Tarantino "pinta" a sua obra de arte, conseguindo vários feitos. Feitos esses como escrever e realizar um dos mais importantes filmes da década de 90 e abrir as portas a outros realizadores que seguiriam o seu estilo, embora nunca lhe chegando aos calcanhares, como Guy Ritchie(Revólver) e P.T. Anderson(Magnólia).

Começo mesmo por referir o trabalho de Tarantino neste filme, quer como actor mas principalmente com o seu argumento e realização que são verdadeiramente excepcionais, sendo mesmo difícil dizer qual das tarefas desempenha melhor, o argumento extremamente original que só ele consegue escrever(premiado pela Academia) ou a impecável realização.
Uma coisa é certa, Tarantino é muito bom em ambas as tarefas e atinge, em "Pulp Fiction", o mais alto momento da sua curta, mas marcante carreira tendo conseguido um Óscar e uma nomeação.
Passando agora ao elenco, esta é uma tarefa muito difícil, a de destacar alguém pois estão todos absolutamente fabulosos nos seus papéis parecendo mesmo que (quem sabe não é o caso de um ou dois) os papeis foram mesmo escritos para os actores que os interpretaram.Contudo, não me quero alongar muito nesta parte pois o elenco é mesmo muito bom e grande por isso vou destacar quem merece mesmo.
E o destaque vai, indubitavelmente, para os dois reais protagonistas do filme, o "impetuoso" John Travolta e o "religioso" Samuel L. Jackson, que conseguem as duas melhores interpretações do filme bem como, sem sombra para dúvida, as duas melhores "performances" das suas carreiras, tendo mesmo sido ambos premiados com uma nomeação da academia.
Repito e saliento, que o resto do elenco também está fabuloso.

No geral, este é um filme simplesmente fabuloso em todos os aspectos com especial destaque para os factores acima referidos e que tomou a posição de "filme da minha vida".


O Melhor- Tudo
O Pior- Ter perdido quase todos os Oscares para que estava nomeado, os mais importantes para um filme banal como "Forrest Gump".

4 Eloquentes Intervenções Escritas:

Jogos disse...

Gostei da crítica, mas não axo que o Forrest gump seja um filme banal.

Jackie Brown disse...

tinha a certeza k irias mencioar isso, "jogos"(acho piada a estes apelidos)
gostos nao se discutem

Vincent Vega disse...

O Pulp Fiction foi dos melhores, ou talvez mesmo o melhor filme que eu já vi e sem dúvida que para mim merecia o Óscar(ainda por cima sendo eu um fanático de Quentin). Mas uma coisa que não se pode fazer, é chamar o forrest gump de banal!

Jackie Brown disse...

Vincent,

Pulp Fiction é o melhor filme que já vi, e o Oscar era obrigatório.

Não me consigo conformar é que um filme banal como Forrest Gump o tenha ganho...

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails