Batman


Relato do combate que o super-herói "Batman"(Michael Keaton) trava contra o terrível vilão Jack Napier(Jack Nicholson),mais conhecido por "Joker".
A primeira adaptação do homem-morcego para o Cinema,esteve a cargo de Tim Burton("Charlie e a Fábrica de Chocolate") que,como sempre faz nos seus filmes,tornou "Batman" um filme misterioso,escuro e muito gótico.Sendo estas as características que eu não gosto num filme,salvo raras excepções, e sendo Burton um realizador que detesto,"Batman" sai claramente a perder,por aqui...

Depois temos um elenco interessante,mas mal aproveitado.Keaton está extremamente mal,não consegue transmitir segurança ou credibilidade,nem mesmo como "Bruce Wayne",quanto mais como "Batman".Temos ainda uma Kim Basinger,que apenas aparece para interpretar a "donzela em apuros".O melhor ainda vai sendo o sempre bem Jack Nicholoson,com uma boa interpretação como o costume,mas que se assemelha,erradamente na minha opinião,demasiado a um palhaço alegre e que gosta de fazer umas trafulhices lá por "Gotham City" e não um verdadeiro vilão,como alguns que nós cá sabemos...(alguém mencionou o Heath?)A nomeação para o Globo de Ouro de Melhor Actor na categoria cómica é esclarecedora.

No geral,este é um filme dispensável e que anda a anos-luz de "O Cavaleiro das Trevas".

Nota:3*

O Melhor:Jack Nicholson,apesar de tudo.

O Pior:Maus protagonistas,história mal explorada e cenários muito góticos e irreais.

4 Eloquentes Intervenções Escritas:

Fifeco disse...

Curiosamente voltamos a estar de acordo. Um filme, como dizes, a anos luz de Dark Knight. Não percebo como alguém pode afirmar que este é superior ao trabalho de Chris Nolan...

Jackie Brown disse...

talvez não seja assim tão curiosamente como dizes...:P

Dezito (André Sousa) disse...

Isto sim é que era Batmans..

Rui Francisco Pereira disse...

Dezito,

Batmans fraquinhos ;)

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails