Um Trunfo na Manga

Buddy "Aces"Israel(Jeremy Piven),é um ilusionista com relações na máfia.Quando é convencido a denunciar todas estas relações ao FBI,Buddy torna-se o inimigo número um de Primo Sparazza,o chefe da máfia, que,no seu leito de morte,oferece um milhão de dólares por Buddy.Esta choruda recompensa vai trazer muitos assassinos de todo o mundo.
À partida e numa primeira análise,"Um Trunfo na Manga" parece ser uma mistura de "Revólver"com "Ocean's Eleven",sobretudo devido ao estilo e acção que a fita apresenta.Infelizmente,acabou por se parecer mais com o primeiro,sobretudo na complexidade do argumento.

De facto,ao iniciarmos a visualização de "Um Trunfo na Manga",percebemos logo que não nos espera pêra doce,em termos de compreensão da mesma.E assim é.Aliás.o clímax do filme são vários tiroteios de ordem aleatória sustentados por um conjunto de coincidências.Assim,pela forma como a trama se desenrola,era de esperar um twist final.E é aqui que reside a maior falha do filme.
O realizador Joe Carnahan não nos apresenta um,mas vários twists finais,acabando por ser o personagem de Andy Garcia a explicar todo o filme num espaço de minutos.


No que toca ao elenco,nomes sonantes como Ray Liotta,Ben Affleck ou o já mencionado Garcia são escandalosamente desperdiçados,sendo óbvio que a sua presença apenas se destina a chamar mais público.Os reais protagonistas do filme são então Jeremy Piven,que agarrou com unhas e dentes a oportunidade,e Ryan Reynolds,que estamos habituados a ver como o bobo da corte.

Destaque ainda para o par que melhor resulta,o de Alicia Keys e Taraji P. Henson.

Para concluir,"Um Trunfo na Manga" é um filme que consegue entreter mas que se esgota a si mesmo.


Nota-3*

O Melhor-O estilo que a obra emana e Jeremy Piven.

O Pior-As explicações para o filme só serem dadas nos últimos 10 minutos.

0 Eloquentes Intervenções Escritas:

Publicar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails