O Feitiço do Tempo


Fiquei desiludido, bastante desiludido. Apesar da sua premissa interessante e algo propícia ao humor, bem como a descontraída e carismática interpretação de Bill Murray (uma das melhores do actor), "O Feitiço do Tempo" acaba por prometer muito mais do que realmente oferece.

É um filme simpático e agradável, que conquista de imediato a empatia do espectador, mas muito pouco dado à real comédia. A abordagem é, por vezes, indecisa, previsível e até algo incompleta. As situações vividas pelo protagonista são a causa de sorrisos por simpatia, mas nunca de gargalhadas sinceras.
Harold Ramis insiste em afastar-se do humor, desperdiçando o seu valioso material e, veja-se, indo mesmo ao encontro do drama (embora de forma muito bem sucedida).

A insossa Andie MacDowell também não ajuda, embora as aparições intermitentes de Stephen Tobolowsky compensem.

No entanto, e para tanto hype gerado à volta de "O Feitiço do Tempo", sobrevalorização parece ser a palavra de ordem. O que é uma pena.


"-You wanna throw up here, or you wanna throw up in the car?
-I think... both."

2 Eloquentes Intervenções Escritas:

João Bastos disse...

Epa, nao acho que seja sobrevalorizado... O filme, para mim, vai além da comédia... É algo que nos pode fazer pensar em como aproveitar a vida, por exemplo.. Daí não ser descaradamente uma comédia de proporcionar gargalhadas...

abraço

Jackie Brown disse...

João,

São opiniões, eu acho que o filme, de comédia, tem muito pouco. Pode ser algo diferente, algo melhor até. Mas cómico não é de certeza.

Abraço!

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails