Procurado


Timur Bekmambetov nem sequer hesita em trespassar furiosamente os limites do razoável, se isso implicar a existência de um produto que consiga entreter tão bem e destacar-se tão claramente da maioria dos filmes do género.

Aliás, esta falta de realismo não é propriamente defeito, mas antes feitio da abordagem conduzida, abordagem esta que acaba por se revelar muito bem-sucedida, pelo menos até certo ponto.
É claro que chega aquela altura em que temos de ligar o cérebro e questionarmo-nos a próposito de certos pormenores, como o facto de as balas conseguirem ser curvadas ou uma Angelina Jolie extremamente magra mas capaz de desancar qualquer um.

O problema de "Procurado" não está, então, neste irrealismo, que permite aliás o triunfo de categorias técnicas como os efeitos especiais e sobretudo a sonoplastia.

Também não está no elenco, obviamente. Nem são Morgan Freeman e Angelina Jolie que merecem os maiores elogios, mas sim o surpreendente James McAvoy que carrega todo o filme às costas com a sua portentosa e divertidamente sarcástica interpretação.

O principal busílis de "Procurado" é o seu desequilibrio narrativo, o óbvio vosso qualitativo entre a primeira e a segunda parte. A primeira parte é fantástica, corrosiva e hilariante. Inesperada, instável e inspirada. É um one-man show de McAvoy, acompanhado pela eloquência de Freeman e a sensualidade de Jolie.
A segunda parte é um fracasso total, um drama familiar frouxo e forçado e que tem ainda a particularidade de exibir Morgan Freeman a fazer uma das figurinhas mais ridículas da sua carreira.

"Procurado" é um excelente e desequilibrado produto de entretenimento.


"What the fuck have you done lately?"

2 Eloquentes Intervenções Escritas:

Nekas disse...

Concordo contigo no desequilíbrio de fita pois o início é espectacular!
Um guilty pleasure a sério!

Abraço
Cinema as my World

Jackie Brown disse...

Bruno,

É verdade, a primeira parte é de cortar a respiração. Um GP sem dúvida.

Abraço

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails