Câmara Indiscreta


Não há nada mais perigoso do que uma cara conhecida.

Um pequeno grande filme.
Uma tour-de-force de Robin Williams.

Seja na magnífica fotografia de Jeff Cronenweth, seja na seguríssima realização de Mark Romanek, que, com substancial mestria, consegue tornar até o mais banal dos locais -neste caso um simples supermercado- no local ideal para alguns inesquecíveis momentos (sendo o mais bem conseguido o pesadelo de Sy, muito pessimista e, ao mesmo tempo metafórico e directo), seja no argumento discreto e feito à medida de um one-man show.
A qualidade, é visível por todo o lado, em "Câmara Indiscreta".

E o seu expoente máximo é aquela que perdurará como uma das melhores interpretações da carreira de Robin Williams. Um papel muito difícil, um personagem emocionalmente instável, algo bipolar, que muda de registos com muita facilidade e rapidez, mas também extremamente tocante e dramático.
Enfim, um papel muito pouco acessível que Robin Williams agarra com todo o seu portentoso talento, provando que é mais, tão mais, do que um simples comediante genial.

"Câmara Indiscreta" é um filme discreto, pessoal, intimista e voyeurista. Pecando apenas por deixar a sensação de que poderia ter ido ainda mais longe, sobretudo a nível argumentativo, não deixa de ser muito subvalorizado e certamente merecedor um maior reconhecimento . Quanto mais não seja, pela grande, grande interpretação do grande Robin Williams.


"And if these pictures have anything important to say to future generations, it's this: I was here. I existed. I was young, I was happy, and someone cared enough about me in this world to take my picture."

"All I did was take pictures..."

"Most people don't take snapshots of the little things. The used Band-Aid, the guy at the gas station, the wasp on the Jell-O. But these are the things that make up the true picture of our lives. People don't take pictures of these things."

4 Eloquentes Intervenções Escritas:

Dora disse...

Eu gostei mas não achei nada de especial. Adoro o Williams mas não gostei de o ver neste filme.

Jackie Brown disse...

Dora,

For real?!
Fã do Williams e não gostaste?

Então porquê? :(

(refiro-me à interpretação, não ao filme em si)

:D

Dora disse...

Não te sei explicar. Eu adoro-o, acho um excelente actor, mas não gostei dele aqui, nem no Insomnia. Não o acho bom a fazer papel de mau. Se calhar é isso...

Jackie Brown disse...

Dora,

Por acaso, não vejo neste personagem um vilão propriamente...
Aquela cena final com o detective tocou-me um pouco, eu que nunca chorei num filme ;)

Não vi o Insomnia...

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails