Matrix Reloaded/Matrix Revolutions


Passado o choque inicial, quando é chegado o momento de começarem a fundamentar as suas ideias, os irmãos Wachowski cometem uma calinada de proporções épicas, tornando o principal defeito do primeiro filme (crítica aqui) na única qualidade deste "Matrix Reloaded": os duelos, que apesar de absurdos do ponto de vista do realismo, asseguram algum entretenimento.

O resto é uma mistela pseudo-filosófica, que tem tanta falta de qualidade como excesso de pujança visual.






Um filme inútil, aborrecido e tremendamente pretensioso. E para aqueles que pensavam que "Matrix Reloaded" tinha sido apenas um erro de percurso, "Matrix Revolutions" confirma que afinal "Matrix" é que foi um golpe de sorte.

"Matrix Revolutions" é chato, confuso e até idiota, sem ponta por onde se lhe pegue, de difícil análise mas também de substância nula.
Para além disto, revela-nos ainda as tendências fetichistas e doentias dos "manos" Wachowski, que emergem o filme num ambiente absolutamente deplorável e enjoativo, uma característica já vista no tomo anterior.

Salva-se, ainda e sempre, Hugo Weaving.
Que, tal como no filme anterior e ainda com menos protagonismo, não chega para atenuar o desastre que é este "Matrix Revolutions".

6 Eloquentes Intervenções Escritas:

Hugo disse...

Os Irmãos Wachoswki deixaram claro que a pretensão foi maior que a idéia.

Se "Matrix" foi um longa original, com a ótima idéia do "mundo alternativo", "Matrix Reloaded" valeu pelas ótimas sequências de ação, principalmente na auto estrada, "Revolutions" foi uma decepção.

Abraço

Nekas disse...

Muito inferiores ao primeiro, contudo, como tu referes, salva-se Weaving e a coordenação das cena de acção.

Abraço
Cinema as my World

Sam disse...

Ao contrário das tuas críticas e das opiniões já aqui manifestadas, tenho um parecer mais positivo em relação aos últimos dois volumes da trilogia MATRIX.

Embora reconheça que são inferiores ao primeiro filme, RELOADED e REVOLUTIONS são dois títulos essenciais para a compreensão do estado actual do cinema blockbuster, e acredito que o tempo lhes irá ser favorável.

Abraço.

Jackie Brown disse...

Hugo,

A pretensão bem, bem maior do que a ideia.

Considero a sequência da auto estrada cansativa ao fim de uma ou duas vezes. Apenas a luta que a antecede acho interessante.

Revolutions foi um desastre total...


Bruno,

Weaving é, literalmente, o único ponto de interesse do terceiro filme.


Sam,

Discordo totalmente. Não creio ser apenas pela quantidade de efeitos especiais que um filme se torna um blockbuster, e ambos os filmes, graças ao seu argumento nulo e pseudo-complexo, não se enquadram em tal categoria, a meu ver.
Aliás, a enquadrarem-se em categorias, estes dois Matrix enquadram-se na de flop...


Abraços!

Roberto Simões disse...

O ponto de vista do Samuel é interessante, mas também não partilho da sua opinião. São fracos, estes filmes.

Roberto Simões
CINEROAD.net

Rui Francisco Pereira disse...

Roberto,

Pois, contra factos não há argumentos :p

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails