Space Jam


Michael Jordan tem de enfrentar o mais duro jogo da sua carreira de basquetebolista, ao unir-se aos Looney Tunes para juntos tentarem derrotar os Monstars, uma equipa de Aliens que pretende escravizar Bugs Bunny e companhia.

Um dos filmes mais marcantes e influentes de toda a minha infância, "Space Jam" é uma fita bastante bem conseguida, surpreendente a vários níveis e extremamente inovadora (para não dizer revolucionária).

Para além de cumprir os requisitos à partida já esperados, como a capacidade de entretenimento, os momentos humorísticos ou as técnicas utilizadas, "Space Jam" ganha ainda mais pontos ao se revelar um filme rico em outros aspectos que não chamam tanto a atenção da pequenada, mas mais de nós cinéfilos.
Neste campo, não há como não referir a capacidade de cativação e o amor claramente visível que "Space Jam" nutre pelo basquetebol. Qualquer indivíduo que assista a "Space Jam" fica imediatamente vulnerável à beleza deste desporto.

E se isto acontece, é em grande parte "culpa" de Michael Jordan que para além de ser prodigioso no basquetebol, prova ser também bem sucedido no campo da representação mesmo com um papel nada fácil, ainda para mais tratando-se de um estreante. Jordan é suportado pelas presenças cómicas de Wayne Knight e Bill Murray, este último numa genial representação dele próprio. Destaque ainda para um excelente desempenho vocal de Danny DeVito.

Arrisco-me a dizer, no entanto, que o melhor aspecto de "Space Jam" é a banda-sonora, onde para além de termos um James Newton Howard em boa forma, somos ainda presenteados com excelentes temas musicais, como "Fly Like an Eagle", "I believe I can fly" ou "Space Jam".

Enfim, uma pequena pérola este "Space Jam", subvalorizada e surpreendente.


"-What are you doing here?
-I got to take you back. You've got baseball practise.
-I can't. I'm helping my friends in a basketball game.
-Michael, you know that your friends are cartoon characters?
-Yeah, so?
-Nothing! It doesn't bother you, doesn't bother me."

2 Eloquentes Intervenções Escritas:

Nekas disse...

Este filme foi bastante surpreendente e divertido quando o visionei pois era muito novo e adorava e adoro Lonney Tunes e juntá-los ao Jordan(basquetebol é o meu desporto preferido) foi deveras interessante...Uma obra a ver várias vezes...

Abraço
http://nekascw.blogspot.com/

Jackie Brown disse...

Também adoro Looney Tunes e passei a gostar de basket.

Quanto a mim, é um clássico

As referências a obras como Pulp Fiction, Ghostbusters ou Taxi Driver são fenomenais.

Abraço

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails