Kiki-Aprendiz de Feiticeira


Claramente não tem corrido da melhor maneira, ou pelo menos não da maneira que eu esperava (talvez pelas altíssimas expectativas), este Especial dedicado a Hayao Miyazaki.

A visualização de "Kiki-Aprendiz de Feiticeira" vem a confirmar isto mesmo, ao revelar-se tão decepcionante quanto insuficiente. E é precisamente essa a questão: Hayao Miyazaki não tem o que contar em quase duas horas de filme.

Cria uma personagem maravilhosa, e disso ninguém duvida. Kiki é uma adorável e inocente rapariga, capaz de criar com o espectador um elo afectivo formidável, sendo mesmo o principal pilar de suporte de toda a escassa trama (muito em parte graças à dobragem de Minami Takayama).

Mas Miyazaki, por e simplesmente, não é capaz de criar um enredo para "Kiki-Aprendiz de Feiticeira". Kiki vai-se debatendo com meia dúzia de problemas dignos de uma série, onde cada um é de fácil resolução e importância diminuta, e muitas personagens secundárias, mas nenhuma marcante. A relação paternal de Kiki com os seus progenitores, o ponto mais interessante da fita (os seus primeiros 10 minutos), é preterida a favor das características já descritas, bem como um final tão previsível quanto desadequado (fruto de uma solução fácil para a irritante questão do dirigível) e que viria a culminar em mais informação desnecessária durante os créditos.
Não há nada a que nos agarremos, quando nos referimos à narrativa de "Kiki-Aprendiz de Feiticeira", a não ser a introdução e a protagonista que, obviamente, não chegam.

Ao menos Hayao Miyazaki não desilude, de todo, na outra metade do bolo.
A animação, não sendo estonteante como a de "Ponyo à Beira-Mar" (também devido à temática em si), induz um certo noir extremamente apelativo.
A acompanhar na perfeição está a banda-sonora, retrato musical da liberdade e jovialidade que caracterizam a doce Kiki.

Mas esperava, de facto, mais. Muito mais.





4 Eloquentes Intervenções Escritas:

CINE31 disse...

Aconselho urgentemente que vejas Nausicaa e a Princesa Mononoke!

Jackie Brown disse...

David,

A Princesa Mononoke está para breve! :P

Emilia Castro disse...

Adorei ver Kiki, a aprendiz de feiticeira. Estou a estudar cada uma das cenas e criar uma ficha para os meus alunos. O filme aborda temas como: a independência, as dificuldades que esta implica, a responsabilidade, os obstáculos da vida, a amizade, o trabalho, entre muito outros. Adoro Miyasaki!

Rui Francisco Pereira disse...

Emilia,

Já lá vai algum tempo desde que vi o filme, mas não tenho dúvidas de que o considero o pior do realizador... ;)

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails