88 Minutos/Um Azar do Caraças

Um professor universitário(Al Pacino) tem apenas 88 minutos para descobrir quem o está a tentar matar.
Eu,honestamente,não percebo porque razão toada a gente detestou este filme.Não é uma obra-prima,mas consegue entreter razoavelmente bem.Para além disso,parece-me que só a sinopse é suficientemente cativante para visualizar esta fita.É certo que não é uma obra-prima,é um filme bastante superficial e,após um bocado,torna-se previsível,terminando num final decepcionante.Mas não merecia todos os dedos que lhe foram apontados.Quanto a Pacino,está bem no seu papel.

Nota:3*
O Melhor-A promessa de bom filme.
O Pior-A previsibilidade do argumento.


Após se envolverem numa aventura de uma noite,um casal descobre que vai ter um filho indesejado.
Foi precisamente um azar do caraças que eu tive,quando vi este filme.Desde a muito pouco credível Katherine Heigl ao péssimo(mas mesmo péssimo!) Seth Rogen,este é um filme que não tem uma,uma única,cena que faça rir.Uma situação que até poderia ter a sua piada,mas que já por si só deve ser tratada de forma delicada,foi abordada de uma forma estúpida e inconsciente,onde os gags não resultam,as situações são forçadas e pouco credíveis,os actores não estão bem e a história é aborrecida.Enfim,um pretexto para uma comédia parva e algumas cenas de sexo.Já para não falar do título...
Nota-1*
O Melhor-Não estou mesmo a ver...

O Pior-Seth Rogen.

0 Eloquentes Intervenções Escritas:

Publicar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails