Crepúsculo


Não é muito fácil escrever sobre "Crepúsculo". É um filme de extremos, com momentos interessantes e bem conseguidos, e momentos totalmente ridículos. Poderá dar azo a muitas interpretações e muito pessoais. Pode, por comparação, ser considerado um bom filme ou um mau filme. Analisada a relação expectativas/resultado final, a conclusão é, a meu ver, óbvia: "Crepúsculo" é substancialmente melhor do que o esperado.

"Crepúsculo" alcança o seu principal objectivo. Apesar de todo o contexto teen que o rodeia, a causa principal do hype e consequente irritação pelo mesmo, "Crepúsculo" consegue, de facto, ser romântico. E isso já é alguma coisa.
Deve-o à química emanada pelos protagonistas e não ao seu talento. Robert Pattinson é deplorável. Até tinha dado boas indicações em "Harry Potter e o Cálice de Fogo" (crítica aqui), mas é tão mal dirigido que, quando não se está a armar em galante, é portador de uma expresão facial semelhante a alguém com incontinência ou prisão de ventre... Já Kristen Stewart exagera no seu retrato de inocência, acabando por se revelar demasiado apagada e até algo sonsa. Faz recordar Katie Holmes em "Batman- O Início" (crítica aqui) e nem a sua beleza a salva.

O melhor aspecto do filme é, claramente, a fotografia, com tons negros e cativantes e que, embora digitalmente melhorada, não leva o noir ao exagero como, por exemplo, a trilogia Underworld.
A realização é fraca, demasiado amadora e com uma montagem feita de olhos fechados. O argumento, apesar de conseguir alguns bons momentos, está repleto de incoerências e cenas pouco reflectidas.

Mas, como entretenimento, "Crepúsculo" não é uma proposta má de todo. O que é preciso é distinguir o produto em si de todos os irrelevantes factores exteriores que o rodeiam.


"-I don't have the strenght to stay away from you anymore.
-Then don't."

5 Eloquentes Intervenções Escritas:

Nekas disse...

Disseste bem acerca do Crepúsculo, só faltou mencionar a banda sonora que é o melhor desta saga...

As interpretações vao continuar insonsas mas penso que o argumento vai melhorar e a fidelidade ao livro igualmente!

Abraço
Cinema as my World

Jackie Brown disse...

Bruno,

Obrigado ;)
Por acaso a banda-sonora não me marcou particularmente.

Até tenho alguma expectativa para Lua Nova :D

Abraço

CINE31 disse...

Agora tenta explicar os defeitos do filme a uma dessas fãs histéricas... Eu já tentei. Não resultou, é como explicar a Bíblia a talibãs :-( Só sabem dizer "O Edward é Liiiiiiiiinnnnnndo!" Blergh!
Já vi o Lua nova, melhora a fotografia, banda sonora e um pouco o ritmo, mas continua arrastadoooo. Boring!

ArmPauloFerreira disse...

"Twilight", a saga toda, deve ser visto não como um filme mas sim como uma série para ecrãs de cinema. À laia de Harry Potter... mas com muito mais estilo numa nova mitologia vampírica.

É um filme sobre vampiros que se aguenta bem de ver (mas se não fossem as variantes "estranhas" que introduz ao género teria sido melhor), pela fluidez dos acontecimentos pois vai desenvolvendo-se bem.

É, em certa medida, um filme fixe mas nada demais... devido à toada delico-doce que consegue tornar agradável de ver.

Jackie Brown disse...

CINE,

Lol, ainda não tive essa tarefa. Mas tenho a certeza que será bem difícil ;)


Arm,

Sim, é verdade. Está na sombra de Harry Potter, como aliás quase todos os filmes do género.

Mas não é um filme mau de todo.


Obrigado pelos comentários!

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails