Charlie e a Fábrica de Chocolate


Charlie Buckett(Highmore) é uma criança pobre que ganha a oportunidade de ir visitar a maior fábrica de chocolate do mundo, pertencente ao excêntrico Willy Wonka(Depp).

Já referi antes, aqui no Cinemajb, que não me agrada nada o estilo gótico e fantasioso de Tim Burton. Simplesmente não gosto, não me enche as medidas e considero-o, por vezes, insuportável.

Em "Charlie e a Fábrica de Chocolate", Burton abstém-se sobretudo das características góticas, mantendo no entanto toda a fantasia. Se alguns gostaram do visual alternativo do filme, já eu achei toda aquela estética bem-sucedia em alguns pontos, como a Fábrica de Chocolate no geral, mas exagerada noutros, como o visual ridículo de Augustus Gloop.

Noutros aspectos técnicos, uma palavra para a banda-sonora, que apesar de ser espalhafatosa, consegue adaptar-se muito bem ao ambiente do filme e para o excelente argumento, com especial destaque para as "one-liners" cómicas de Wonka.

Falta referir o elenco, onde o destaque tem de ir obrigatoriamente para o camaleão Depp, que prova que para além de ser um actor verdadeiramente fenomenal consegue elaborar um personagem com mais tiques do que Jack Sparrow.
De referir também o jovem Freddie Highmore e a curta mas marcante presença(e narração) de Christopher Lee.

Concluindo, "Charile e a Fábrica de Chocolate" é um filme que entretém muito bem e que consegue também transmitir várias mensagens a pais e filhos(como qualquer bom filme de família).

2 Eloquentes Intervenções Escritas:

Jackson disse...

Para mim é dos piores filmes do realizador, que só se solifica na concepção artística dos espaços e personagens.

Jackie Brown disse...

Bem, como eu já referi, detesto o estilo de Tim Burton. E este filme é dos poucos dele que suporto(a par de O Planeta dos Macacos).
Em relação aos aspectos que referes, também já me expressei sobre eles na crítica: por vezes bem conseguidos, outras a roçar o ridículo.

abraço

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails