Terapia do Amor



Rafi Gardet (Thurman), uma divorciada na casa dos 30 anos que está a receber tratamento com a psicóloga Lisa Metzger (Streep), que a tenta ajudar a apostar de novo no amor. Quando Rafi lhe conta que arranjou um namorado mais novo, Lisa tenta apoiá-la até descobrir que este novo namorado é na verdade o seu próprio filho.

Maneirismos cómico-românticos à parte, "Terapia do Amor" é basicamente um filme de desperdícios. Desperdício de premissa, de elenco (Uma Thurman merecia mais e Meryl Streep é desprezada para segundo plano) e até de poster.

Vá lá que existe um excelente final a evitar a nota mínima.


"- You let me talk to you about his penis!
-Trust me, it was a lot harder to me that it was to you."

0 Eloquentes Intervenções Escritas:

Publicar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails