O Senhor dos Anéis:A Irmandade do Anel(Crítico Convidado-Filipe Assis)


«The world is changed. I feel it in the water. I feel it in the earth. I smell it in the air. Much that once was is lost, for none now live who remember it»

A demanda pelo Anel começava. Um espírito verdadeiramente contagiante, embebido de esperança... sequeoso de triunfo... se alastrava. As escolhas... foram as certas. E eis um elenco perfeito, uma perfeita equipa técnica... e um filme perfeito.
Um mundo recriado num argumento imenso. Fran Walsh, Philippa Boyens e Peter Jackson. Que ganhou vida numa visão arrebatadoramente mágica, imersa em sentidos, tão rica em personagens, paisagens, detalhe. Esse argumento, essas palavras... criaram uma verdade, uma autêntica existência: a Terra Média. Tão fantástica. Tão real.
O início é arte pura. A mais pura arte que é possível conceber.


Esta análise é totalmente elaborada por Filipe Assis e foi gentilmente cedida ao Cinemajb.

http://cineroad.blogspot.com/2009/02/o-senhor-dos-aneis-2001-2002-2003.html

0 Eloquentes Intervenções Escritas:

Publicar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails