Guilty Pleasures: Os Jardins Proibidos de um Cinéfilo


E eis que finalmente terá início a rubrica Guilty Pleasures: Os Jardins Proibidos de um Cinéfilo. O primeiro convidado desta minha rubrica é Bruno Cunha, recém-chegado a esta blogosfera cinematográfica, e responsável pelo blog Cinema as my world.
Fica então aqui o agradecimento ao Bruno e a exibição dos seus cinco maiores Guilty Pleasures.


5.º Lugar- Zombieland



Zombieland é um título bastante recente que visionei e posso dizer que conta na minha lista de guilty pleasures pois o filme é, basicamente, fácil entretenimento contudo, como um amigo uma vez me disse (o Rui), “adoro fácil entretenimento pois adoro desligar o cérebro” (ligeiramente reformulado) e é exactamente assim que zombieland tem de ser visto como um filme fácil que deixa muito por explicar mas, simplesmente desligar o cérebro e desfrutar do momento.


4.º Lugar- Jumper


Sempre adorei história de super heróis e superpoderes e foi assim que vi Jumper. Não é um filme excelente (longe disso) mas é um filme que gostei pois várias coisas estavam bem explicadas na história embora não fossem aproveitadas de forma mais potencial, enfim é um filme que aconselho a visionar pois eu gostei bastante.


3.º Lugar- Pathology

Pathology é um título que deu pouco que falar, no entanto, como pretendo ser patologista no futuro a fita despertou-me interesse. Longe está de ser um dia-a-dia de um patologista (espero eu) que em vez de apurar as causas de morte entra num jogo no qual o vencedor é aquele que consegue provocar uma morte e os membros do clube não consigam apurar as causas. Pathologist sofre uma reviravolta durante o filme contudo gostei do filme pelo facto de ter sido bastante explícito no seu conteúdo.


2.º Lugar- New Moon



New Moon está longe de ser, para mim, uma obra perfeita ou completamente viciante mas de facto surpreendeu-me bastante em vários aspectos especialmente face à evolução do 1º para este.
Este título apresenta-se fiel ao livro e com vários aspectos interessantes nomeadamente o slow motion e a banda sonora.
Revelou-se a meu ver uma obra bastante mediana embora com várias falhas comerciais.
De referir que agora no cinema já não se rasga um pedaço da camisola por causa de limpar o sangue, em vez tira-se a camisola e mostra-se os bíceps (quem viu o filme sabe do que me refiro).


1.º Lugar- The Butterly Effect



Butterfly effect é o meu maior guilty pleasure. Odiado por uns, adorado por outros. Felizmente eu concentro-me no segundo grupo pois não é só um filme que eu gosto, como é dos meus preferidos.
O filme transporta para uma essência de um mundo paralelo alheio a várias circunstâncias a fim de evitar outras tantas. Tirando o argumento que falha em vários aspectos, toda a obra merece ser contemplada e admirada pois é realmente uma obra única.
Também acrescentar que este filme tem três possíveis finais e devo dizer cada um mais surpreendente que o outro.


Abraços, espero que gostem da minha guilty pleasure e agradeço o convite ao Rui.

7 Eloquentes Intervenções Escritas:

CINE31 disse...

Boa iniciativa esta rubrica!
Assim de repente, o meu guilty pleasure que me vem á cabeça é a Liga dos Cabavalheiros Extraórdinários, aquela travesti da obra do Alan Moore, mas que eu adorei! Óptimo para desligar o cérebro e não se preocupar com "pormenores" como submarinos gigantes nos canais de Veneza :-D

Nekas disse...

Obrigado Rui pelo convite...
Espero que voltemos a trabalhar novamente...

Quanto ao pathologiste enganei-me no título, é pathology e arranjas muitas imagens do filme:p

Abraço

Jackie Brown disse...

CINE,

Muito obrigado. Fica atento ao teu email ;)

O LXG pode ser um guilty pleasure sim senhor. Pessoalmente, não o adoro assim tanto, mas também não o acho muito mau.


Nekas,

Obrigado eu. Tenho a certeza que sim.
Quano ao Pathology, vou corrigir a situação quando puder.

Abraços

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Reitero o facto de esta ser uma boa iniciativa. Quanto às escolhas do Bruno, não diria que Zombieland e Butterfly Effect possam ser considerados guilty pleasures pois na verdade tem muita qualidade enquanto obras cinematográficas (sobretudo o último que joga muito bem com as noções de espaço e tempo através de uma excelente montagem).

Abraço

Jackie Brown disse...

Fifeco,

Obrigado, mas sabes o que é que poria a iniciativa ainda melhor, não sabes?:P

Em relação às escolhas, não podia concordar mais com o Zombieland. É de facto um verdadeiro guilty pleasure.
Em relação ao Efeito Borboleta, também achei um grande filme genuino. Talvez possa ser considerado um guilty pleasure, visto que divide muito as opiniões.

Abraço

Wellington Almeida disse...

mas 4 dos cinco guilty sao todos de 2009?? e os guilty antes de 2009 só "efeito borboleta"? assim, é mais facil lidar com esta culpa hehe

abraços

Jackie Brown disse...

Wellington,

"lidar com esta culpa". L O L
Gostei ;)

Obrigado pela visita!

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails