Guilty Pleasures: Os Jardins Proibidos de um Cinéfilo


E agora com mais material, está na hora de começar a publicar com mais frequência as escolhas dos meus convidados.
Ora para marcar esta "nova era" (ou a primeira razão de que me lembrei para não dizer que era a vez deste convidado), nada melhor do que exibir as escolhas de um dos melhores bloggers desta blogosfera, o Tiago Ramos do Split Screen.


1. Doce Novembro (Sweet November)


Um dos argumento mais agradáveis, comoventes e doces de sempre. Mesmo a interpretação medíocre de Keanu Reeves, conjuga-se lindamente com a o charme que Charlize Theron transporta em todos os momentos do filme, mesmo os mais emocionais. Sweet November é um filme que puxa à lágrima facilmente e sobretudo feito para os eternos românticos. A banda sonora é subtil, mas poderosa, bem como a fotografia outonal que dá grande beleza ao filme.


2. O Amor Não Tira Férias (The Holiday)

Nora Ephron entrega-nos um filme simpático que, todo somado, se torna numa bela obra. A surpresa do elenco reunir Jack Black, Kate Winslet, Cameron Diaz e Jude Law rapidamente é confirmada pela qualidade das suas interpretações. O tema é banal, a história de amor também ela é comum, mas a verdade é que o ritmo de histórias cruzadas faz libertar muitos sorrisos, mesmo no cinéfilo mais sério. Mas também um dos temas principais do filme ser a própria paixão pelo Cinema, realização e escrita de argumentos, acaba por ser um dos motivos que me levam a gostar ainda mais do filme.


3. Música e Letra (Music and Lyrics)

É um filme carinhoso, light e divertido. O argumento remete-nos para a nostalgia dos anos 80 e o pop contagiante que se fazia ouvira na altura. A química entre Hugh Grant e Drew Barrimore é inegável e surpreendente. Não é o melhor que já se fez pelo género, mas é original e nostálgico. Um destaque para a divertida canção PoP! Goes My Heart.


4. A Duquesa (The Duchess)


Não é nem de longe um dos melhores do género já feitos, mas a verdade é que foi com este filme que acabei por começar a gostar mais de filmes de época.A Duquesa é um filme rico em vários sentidos. Os cenários são soberbos, bem como a maquilhagem, a fotografia e o guarda-roupa, mas também Keira Knightley apresenta um desempenho mais maduro e competente que o habitual. A força e energia que a personagem transmite são contagiantes, visto que a própria história original é por si própria instigante.


5. Push - Os Poderosos (Push)


É um filme bastante recente e um dos mais criticados, devido à inspiração óbvia na série televisiva Heroes. A verdade é que, ao contrário de muitos, encaro-o como uma interessante obra de entretenimento: a fotografia é vibrante, as cenas de acção bem filmadas e maioritariamente as personagens estão bem construídas. É um filme de puro entretenimento.

6 Eloquentes Intervenções Escritas:

Tiago Ramos disse...

Obrigado pela escolha!

Anónimo disse...

EU NÃO CONSSIGO ENTENDER o PORQUE AS PESSOAS CRITICAM TANTO O ATOR KEANU REEVES SABE ELE PODE ATE NÃO CONVENCER MUITO EM CERTOS PAPEIS APESAR DE QUE EU GOSTO MUITO DOS SEUS FILMES ENFIM NINGUEM É TOTALMENTE PERFEITO NÉ SEMPRE TEM UMA OBRA QUE FICA UM POUCO A DESEJAR MAIS ACHAR QUE ELE MEDIOCRE EM SEU TRABALHO "DOCE NOVEMBRO " POXA AI É DEMAIS !!! É UM DRAMA E EU NÃO ACHO QUE FOI UM FILME TÃO RUIN ASSIM SE ARRANCA LAGRIMAS CONVENCEU NE??? ACEITO CRITICA MAIS QUERER RIDICULARIZAR O TRABALHO DOS OUTROS nÃO NE PARA PRA PENSSAR NO QUE VOCES ESCREVEM POXA.

Jackie Brown disse...

Tiago,

Obrigado eu!

Abraço


Anonimo,

Devo dizer que não vi ninguém a defender tão indignadamente Keaunu Reeves :P
Já pensaste que se ele é assim tão atacado, por alguma razão será?...

Pessoalmente, apesar de o considerar mau actor, não é dos que mais detesto.

Dan disse...

De todos os filmes aqui referenciados, o único com que me identifico enquanto guilty pleasure é o Doce Novembro.
Filme que gosto bastante e que me desperta em mim uma certa nostalgia e tristeza no seu último 1/3, mesmo após já o ter visto mais de 3x :)

Abraço

Anónimo disse...

Interpretação mediocre SÓ do Keanu Reeves?, como se a Charlize Theron fosse grande coisa como atriz, e esse filme é uma porcaria.

Jackie Brown disse...

Dan,

Bem-vindo oficialmente!

Não vi Doce Novembro, mas já o vi muitas vezes em listas deste tipo.

Abraço


Anonimo,

Ao dizeres "só do Keaunu Reeves", estas a admitir que a sua interpretação é péssima.
Eu não vi o filme, mas tenho a certeza que Stone é bem superior a Reeves.

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails