O Momento Alto do Século

É assim que o Edgar Ascenção, responsável pelo fabuloso brain-mixer, descreve aquela coisa nojenta a que alguns têm a coragem de chamar filme e que dá pelo nome de "Dragonball: Evolução" (e cuja crítica pode ser encontrada aqui, aqui e aqui).

Em mais um fantástico artigo, que pode ser lido na íntegra no seu blogue, o Edgar reflecte particularmente sobre a adaptação cinematográfica da série da minha vida, Dragon Ball Z .

E é uma reflexão com a qual me identifico particularmente. Aqui fica.


O momento alto do século (é ainda pequenino mas em 10 anos foi mesmo alto!) dá pelo nome de Dragon Ball. Vá, Evolution, como eles querem que lhe chamemos. A má língua foi tal que chegaram a reformular diversos aspectos do filme após o lançamento do primeiro trailer:
Tartaruga Genial não tem óculos de sol, nem barba e não é careca!

Satã não veste o mesmo uniforme que na animação. OK, é design Kitch totalmente dispensável... Mas no trailer ele nem sequer é verde!! Sim, ele acaba por aparecer bege no filme (pois, como os tectos), mas a indignação dos fãs fora total e com a estreia veio o “Ufa” (e um enorme “Blargh”).
Houve leves modificações, como a racional eliminação de seres com feições animais falantes, o impossível cabelo azul de Bulma (apesar de lá restar uma madeixa), o Krilin não aparece mas tiveram a lata de lá pôr um outro melhor amigo de Songoku, tal como o Tem-chin-han e Chaoz estão ausentes. A façanha do momento ridículo surge quando é o momento de Songoku se transformar em Gorila Gigante (o tal de Oozaru), e damos de caras com um lagarto extraterrestre.

Mas o maior martírio para todos os fãs é constatar que Songoku anda na escola!(quando na verdade ele nunca estudou)
É uma Sopa da Pedra, entre incoerências e cinema série Z o filme afundou totalmente. Reboot? Essa palavra nunca fez tanto sentido...



0 Eloquentes Intervenções Escritas:

Publicar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails