Pulp Fiction(Crítico Convidado-Filipe Assis)


Um filme narrativamente revolucionário que marcou o paradigma de muito do cinema que se faz hoje.
Com uma mise-en-scène cuidada e um grande trabalho de encenação é, no entanto e na minha opinião, tremendamente sobrevalorizado.
O argumento non-sense é tão non-sense que, em vez de estimular, aborrece.

E como aborrece.


Esta análise é totalmente elaborada por Filipe Assis e foi gentilmente cedida ao Cinemajb.

2 Eloquentes Intervenções Escritas:

Tiago Ramos disse...

Eia, alguém que me compreenda!

Jackie Brown disse...

Lá isso é verdade:p

Enviar um comentário

O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

Related Posts with Thumbnails