Óscares: Algumas Observações (II)

  • No cômputo geral, foi uma cerimónia que roçou o deplorável. Expectativas, promessas para nada. Foi deplorável por quatro motivos:

    1- Porque não era preciso ser boa. Com as audiências aumentadas o ano passado, não havia razão para produzir uma cerimónia de igual qualidade. Agora é deixar andar, decrescendo de qualidade de cerimónia para cerimónia, até esta se tornar numa versão luxuosa de "Levanta-te e Ri", como aconteceu em 2008. E quando isso acontecer... bem, depois logo se vê.

    2-Porque não existiram surpresas. E as que existiram foram más, muito más. Se as categorias principais se isentaram de vitórias surpreendentes, o mesmo não se pode dizer das categorias escritas, com o pior dos argumentos originais a vencer o melhor dos argumentos originais, estando assim feita a burrada da noite.

    3- Porque não existiu organização. Tudo feito a correr, tudo à pressa, os apresentadores a enganarem-se e a não saberem por onde vinham os convidados. Aquela apresentação inicial até tinha piada se tivesse sido propositada.

    4-Por causa dos apresentadores. Esperava-se muito, muito mais destes dois. Steve Martin, sozinho, fez muito melhor em 2001 e em 2003. Assim, ficou provado que os dois só lá estavam a promover "Amar...É Complicado".

  • Foi feita uma homenagem a John Hughes. Sentida, bonita, merecida, julgo eu. Mas a questão é: porquê? Porque razão Hughes teve direito a uma homenagem? Sim, faleceu em 2009. Mas muitos mais faleceram em 2009. Porque ele e só ele?
    A propósito, e o que me dizem do Macaulay Culkin? Parecia que tinha acabado de sair da clínica de reabilitação.

  • Falando de outras personalidades:

    Tom Hanks é uma besta. Já o disse antes e digo-o outra vez. Não se faz o que ele fez, e acabar a noite daquela forma tão grosseira foi um dos maiores disparates que já vi em coisas deste género. Quer dizer, ele esteve em palco quanto tempo? 30 segundos? Será que estava aflito para ir à casa de banho?

    Ben Stiller é sobrevalorizado. Faz umas palhaças e passa sempre dos limites do razoável, mas ter piada que é bom, raramente tem.

    Robert Downey Jr. deu o ar da sua graça e provou que está mesmo de volta e para ficar. É um dos melhores.

  • E não pensem que me esqueci da TVI. Aqueles tipos nunca deixam de me surpreender, provando que é sempre possível descer mais baixo. Desde uma total falta de organização, passando pelos habituais comentários inoportunos e desinteressantes, até ataques de riso descontrolados. Este ano, houve mesmo espaço para inovação: entraram, em cada intervalo, em contacto telefónico (!!!) com uma jornalista que devia estar em sua casa a acompanhar a cerimónia, para que esta debitasse mais informação inútil.
    Para futura referência ficam pérolas como "Quentin Tarantino deve estar muito chateado" e "A academia deixou de fora grandes filmes como "Sherlock Holmes"".

    • O meu conselho? (re)Vejam a cerimónia do ano passado. É o que eu vou fazer.

      8 Eloquentes Intervenções Escritas:

      JM disse...

      O Tom Hanks não é o culpado por aquele final. Ele disse no Twitter que a apresentação de melhor filme tinha sido ensaiada assim. A culpa é dos produtores da cerimónia. Fizeram de tudo para encurtar ao máximo a duração e acabaram por fazer uma das piores cerimónias de entrega dos Oscars.

      AlexSupertramp disse...

      Agora já discordo de mais algumas coisas. Tom Hanks não é uma besta, a cerimónia durou uma hora a mais do que era suposto, o realizador do filme queria despachar aquilo e não foi com certeza o senhor Hanks que decidiu apresentar aquilo num instante, ele não me parece que tenha qualquer controlo sobre a situação. E Ben Stiller é extremamente engraçado, este ano teve um dos momentos da noite como um Na'Vi e o ano passado a imitar Joaquin Phoenix teve fantástico.
      E também não sei até que ponto é que a dupla de apresentadores esteve lá apenas para promover um filme que já estreou há quase 3 meses no Estados Unidos.

      Abraço

      Nekas disse...

      Achei esta cerimónia uma grande parvoíce.
      Prémios muito mal dados!
      A do argumento e do melhor filme estrangeiro é que me surpreenderam!


      Abraço
      Cinema as my World


      P.S.- Tens mal as hiperligações de crítica ao filme e da lista completa de vencedores...

      Jackie Brown disse...

      JM,

      Acredito que os produtores quisessem encurtar aquilo, mas não me parece razoável deixarem 30 segundos para se anunciarem os nomeados e vencedores. Como não me acredito que os produtores não soubessem o que estavam a fazer, ao contrário de Hanks.


      Alex,

      A cerimónia durou uma hora a mais do que era previsto? Bem... Se tivesses dito uma hora a menos talvez eu acreditasse xD
      Quanto ao Hanks, acredito que ele, naquele momento e mais do que ninguém, tivesse todo o controlo sob a situação. A culpa é dele e não me convenço do contrário.

      O Ben Stiller vem sempre com umas fatiotas e uns números muito caricaturais dignos de circo. Mas não me chegou a fazer rir. Ricky Gervais, por exemplo, é 100 vezes melhor e não precisa de fazer estas palhaçadas.
      São gostos ;)

      A partir do momento em que a dupla não está lá para apresentar (não tiveram tempo para tal), só pode estar lá para promover o filme. E, julgo que se reflectires, verás que até faz algum sentido: It's Complicated foi "engolido" por Julie & Julia, eles fartaram-se de falar na Meryl Streep, etc..


      Nekas,

      São quase sempre umas parvas, estas cerimónias xD
      Mal dados, e tirando o caso Tarantino, ainda me faltam ver muitos filmes para poder generalizar.

      Argumento? Original ou Adaptado?

      Todos esperavam a vitória do filme do Haneke.


      Abraços!

      O Homem Que Sabia Demasiado disse...

      Concordo basciamente com o geral. Um espectáculo monótono. Alec Baldwin foi um erro de casting como apresentador. Hugh Jackman, no outro ano, mostrou o que é apresentar uma cerimónia deste tipo, com dinamismo e carisma.
      O final com Tom hanks a despachar a 100/h o Óscar dá vontade de rir, mas a culpa não foi dele.

      Jackie Brown disse...

      Homem,

      Foi uma gala decepcionante, mas não creio que Baldwin tenha sido um erro, apenas não teve o protagonismo que merecia.

      O final foi ridículo, mas a culpa foi em grande parte de Hanks.

      Nekas disse...

      O Tarantino devia ter ganho o Melhor Argumento Original! Sem dúvidas!

      Abraço
      Cinema as my World

      Jackie Brown disse...

      Nekas,

      Não havia espaço para dúvida. Vá-se lá saber..

      Abraço

      Enviar um comentário

      O autor deste blogue apresenta os seus agradecimentos pelo comentário e relembra que este beneficiará sempre de uma resposta, já que cada comentário é tido como imprescincível e nunca subvalorizado.

      Related Posts with Thumbnails